Experiência compartilhada

Paulo Scanno

Amigos e PILOTOS,

Quero compartilhar uma falha... fiz um sobre vôo no Lago e para tanto desconectei a selete...

Terminado o sobrevoo esqueci de reconectar !

Graças a Deus percebi minha falha antes do pouso, mas isso não pode acontecer!


Vamos ficar atentos !!!


Abraço Paulo


Lima

Opa... Aproveito também para compartilhar outra falha. Vento zero não realizei o check das linhas. Na decolagem asa com gravata e os amigos avisando via rádio. Escorreguei e graças a Deus só ralei o braço. Segunda decolagem tudo 10. Obrigado amigos.


Josué

Valeu pelo compartilhamento das falhas. Isso é sempre um grande aprendizado pra todos, não apenas pra quem tá começando agora.

Quando me perguntam sobre o vôo de Paramotor, no que diz respeito à segurança, costumo dizer aquilo que aprendi com o JC e que vejo também o Jack sempre repetir: quando se respeitam os limites pessoais, do equipamento e das condições do tempo, é um esporte muito seguro.

Mas tem um detalhe... Por mais que eu diga isso, sei que tem fatores primordiais que não pedem ser esquecidos nesse nosso hobby: a *atenção* e a *concentração* no que se está fazendo. Isso porque, mesmo respeitando aquelas três condições acima, se você "esquecer" de um "detalhe", isso pode ser fatal.

Esquecer de controlar o consumo de combustível durante um vôo, por exemplo, em geral pode resultar num pouso distante da área desejada e na necessidade de um resgate. Sem consequências maiores. Mas pode também resultar em algo mais sério...

Não reconectar as pernas, é outro simples esquecimento. Mas nesse caso a consequência, em regra, deverá ser desastrosa.

Imagino que você, Paulo, tenha suado frio quando se *lembrou* (🙏🏼🙏🏼), antes de ir pra pouso, que estava desconectado. Torço para que todos que leram esse depoimento tenham sentido o mesmo calafrio, e percebido a dimensão da gravidade dessa situação. *Isso também é aprendizado*! Tirar lições pessoais das falhas de um companheiro pode salvar nossas vidas. Daí a importância de sempre compartilharmos esse tipo de situação!

Klaus, ainda bem que as linhas presas na ponta da sua asa te renderam apenas um arranhão no braço.

Paulo, fico muito feliz que você tenha se lembrado de reconectar as pernas antes de sair da selete pra pouso!

42 visualizações0 comentário